Depois de quase um ano de muita discussão e debates, e com a derrota da ala de ANDERSON PREGO, no PED de 2019, quando foi derrotado para o grupo de Onéias Ribeiro, determinando assim um racha na legenda que estava indo para o colo do “bolsonarista” grupo 100″%, o PT de COLOMBO decidiu na noite desta sexta-feira,31, de forma virtual pelo lançamento de uma pré-candidatura própria. Texto abaixo:

Encontro Municipal realizado em ambiente virtual, na sexta-feira ultima (31), os 24 membros do Diretório Municipal do PT aprovaram as resoluções do partido que definiu pela candidatura própria e a elaboração de um Plano de Governo para a cidade de Colombo, a partir da realização de seminários temáticos, dialogando com setores estratégicos da sociedade colombense, movimentos sociais, sindicatos e movimentos populares.

No encontro que contou com a participação do Deputado Estadual, Tadeu Veneri e Roberson Prestes, assessor do Presidente Estadual da legenda, Deputado Estadual Arilson Chiorato, foi homologada a pré-candidatura de Altair Caitano ao cargo de prefeito e Evanildo Gabrich (Vando), vice-prefeito.

Após eliminarem o debate a politica de alianças os membros do Diretório tomaram a decisão pela candidatura própria do partido lançando 22 pré-candidatos a vereadores nas eleições de Colombo.

Altair Caitano construiu sua militância nos movimentos dos Trabalhadores Sem Terra e Vando Gabrich ligado aos movimentos das pastorais da Igreja Católica.

Executiva Municipal do PT Colombo

Fonte da nota: https://www.facebook.com/PTColombo/photos/a.148446726003230/713070246207539/?type=3&theater

O vereador ANDERSON PREGO foi questionado pelo Whatsapp do Colombo Atenta, mas não deu sua opinião sobre a decisão do partido.

A pressão para o lançamento de uma candidatura própria veio quando o PT estadual estava sendo cobrado em rede nacional, mas ao decidir por não fazer aliança com nenhuma sigla de esquerda, ao que parece o partido vem para o jogo para não ficar feio na fotografia e na história.

Definitivamente a pré-campanha eleitoral de Colombo virou uma “palhaçada” cheia  de jogo de interesses, ninguém mais têm credibilidade para pedir votos. O vereador Anderson Prego foi a principal vitima da ala podre do partido, e tudo para salvar a pele de Gleisi Hoffmann. Eis tudo!

Deixe uma resposta