Até agora o processo pré-eleitoral de Colombo, que teve inicio há mais de 2 anos, só tem mostrado uma coisa: Hélder Lazarotto (PSD) é o único pré-candidato que deseja vencer a atual gestão, Sérgio Pinheiro (DEM) o vice-prefeito e pré-candidato do grupo que está no poder há 7 anos e meio.

O pré-candidato Plinio Schmidt (Cidadania) que está há mais de dois meses em pré-campanha, tem a grana para lacra esse jogo, infelizmente está mal assessorado, e é mais um empresário que parece ver negócios em tudo, e não se interessa em mostrar um projeto de governo ( ou uma sugestão mesmo, já que a lei eleitoral está aí). É brochante ver que os conteúdos produzidos pelo comando de campanha, é brochante ver coisas do tipo, duas jovens conversando sobre politica na página dele no Facebook, como se fossem uma versão das Chuiquititas em Colombês…

Por outro lado a pré-campanha de Hélder Lazarotto se apresenta com muitas proposta, com gente falando de projetos e soluções para Colombo de forma respeitosa para com o eleitor, colocando em pauta lives que dão o engajamento para o que eleitor possa discutir a cidade, e mesmo que não ganhe a eleição menos tentou mostrar algo, tentou propor algo, sem ficar naquela politica velha de empresários da velha politica, que por ter trânsito junto a vários politicos de renome e é cunhado do REI DA SOJA e ex-Governador de Mato Grosso, acha que que dando uma bota agora para o leitor e outra depois da eleição, está fazendo algo para engrandecer o debate. Não há como deixar de criticar, nem pensar duas vezes antes de entrar numa barca furada dessa, como fizeram os eleitores de São José dos Pinhais, em 2008, que elegeram um mega-empresário, de nome Ivan Rodrigues, e o mesmo amparado por muito dinheiro e uma campanha milionária de Marketing, venceu o então prefeito bem avaliado, Leopoldo Meyer, e Sandro Setim, filho do ex-prefeito, Luiz Carlos Setim, então deputado federal. Ivan Rodrigues era o tal exemplo de empresário novo e bem sucedido, e olha que São José dos Pinhais vinha de duas administrações boas, o rompimento de Setim e Meyer, mais a grana de Ivan Rodrigues provocou a vitória do empresário. Em dois anos de gestão o prefeito Ivan Rodriguem estava rompido com seu vive, Jairo Mello, que saia atirando.

( O vice-prefeito de São José dos Pinhais, Jairo Melo, pela primeira vez anunciou publicamente o que nos bastidores já era de conhecimento de muitas pessoas que acompanham a administração pública municipal. O seu descontentamento com o mandato do prefeito Ivan Rodrigues. Fonte:http://www.pautasjp.com/noticia.php?nid=2125

Em menos de dois anos a gestão já era um fracasso total, e Ivan Rodrigues saiu da prefeitura pela portas do fundo (figurativo) e cheio de escândalos em sua gestão (

Ex-prefeito e mais sete causaram prejuízo de R$ 9 milhões com fraude em licitação Fonte: https://www.bonde.com.br/bondenews/politica/ex-prefeito-e-mais-sete-causaram-prejuizo-de-r-9-milhoes-com-fraude-em-licitacao-374746.html

Não é hora de descartar o jogo democrático, mas é bom esperar a entrada de outros pré-candidatos no jogo, porque se iludir com uma nota de R$100,00 para tomar uma pinga, é pior que se iludir que uma pavimentação asfáltica da atual gestão, muito pior…

O video de Coradin e Schmidt na fanpage da dupla no Facebook, é de uma falta de bom senso de dar pena.

CHAPA PROPORCIONAL

A chapa de vereadores do Cidadania tem apenas 9 pré-candidatos, o parido que só decidiu entrar no páreo aos 45′ do segundo tempo, (não foi como em 2016, que Plinio Schmidt largou o grupo na prorrogação com medo de Beti Pavin) e ficou sem a adesão de outros pré-candidatos, vai ter que compor com alguma legenda na majoritária, ou fazer o jogo sujo de vitaminar pré-candidatos de outros pré-candidatos com a famosa e$trutura de campanha, para a traição que virá na cara dura. Dinheiro na mão, calcinha no chão. Eis tudo

O espaço está aberto para o direito de resposta, aqui não tem blogueiro comprado e nem com o rabo preso com negócios politicos.

 

 

Deixe uma resposta