O Colombo Atenta repercutiu domingo (31) , um artigo assinado pelo administrador do canal,Elias Glaucio, no qual ele questiona a razão e os motivos da possivel saida pré-candidato a prefeito pelo MDB, Thiago de Jesus, do jogo sucessório de 2020.

Nesta segunda-feira (1), novos fatos vieram a conformar as opiniões deste site,e vereador está quase fora da eleição deste ano, e ao que tudo indica, por um acordo feito para eleger Sérgio Pinheiro (DEM) para prefeito, ou Hélder Lazarotto (PSD).

O vereador estava sendo a grande surpresa da pré-campanha, mesmo sem estrutura e sem recursos, sua luta pela construção de um hospital em Colombo, e seu jeito popular de ser, ganhou força, e o que era para ser um acordo de cavalheiros, virou uma grande força eleitoral.

A nova razão agora, vem do fato do MDB, partido que abriga Thiago de Jesus, estar disposto a não dar chapa para o edil, e aí fica dificil não acreditar que o circo tá armado, e Thiago de Jesus será vitima de um golpe, como vereador Prego foi no PT.

Se por acaso o pré-candidato fez um acordo apenas para ser boi de piranha para servir ao velho esquema da politica colombense, que está há mais de 35 anos em vigor, ele foi ingênuo e joga sua biografia no lixo.

Ainda há esperança de que o MDB repense e venha a lança-lo, e assim o cenário eleitoral ganha em novidade e novo respiro para acabar com a felpuda turma da politica local, dos grupos Colombo Feita de Gente e 100% Colombo

Até dia 18/09 muita coisa vai aparecer, quando será lançado o livro, ‘Beti Pavin, 35 anos de Poder”

Deixe uma resposta