Sem a força de um político como o ex-prefeito,Jota Camargo, para lhe fazer oposição no município, o único politico que foi capaz de derrotá-la em duas eleições seguidas, sendo uma, no mano a mano, e outra contra seu candidato, o Dr Antoninho, a atual prefeita Beti Pavin, termina o terceiro ano do quarto mandato, como a política do ano de 2019.

Apesar de ter apoiado a ex- governadora Cida Borguetti (PP), em 2018,ao governo do Estado, Beti Pavin, ainda assim conquistou a confiança do governador Ratinho Júnior, e de lideranças políticas do atual governo do estado, trazendo para Colombo uma série de recursos e obras públicas. O atual mandatário do Palácio Iguaçu nem precisou desembarcar em Colombo para fazer um contraponto a administração da prefeita, foi uma parceria que deu certo, sempre contando com o apoio de Luiz Claudio Romanelli, deputado estadual de Colombo,na ALEP.

No jogo interno da política municipal, Beti Pavin ( mesmo com um MKT manco) deu uma aula de como fazer o jogo da sucessão acabar em suas mãos, no xadrez pré-eleitoral.

Faltando menos de 20 dias para findar o ano, a prefeita já deu o tom prosa para 2020, e ao que tudo indica fará com folga o sucessor.

A pergunta que fica é: Ratinho Júnior diante de uma aprovação de quase 80% no Paraná, sem um pré-candidato viável eleitoralmente em Colombo, irá arriscar bater de frente com a prefeita? Ou como bom político que é, não irá nem entrar no município para não ser chamuscado diante de  uma eminente derrota?….

Fotos: Reprodução da Página da Prefeita Beti Pavin

Elias Glaucio

Deixe uma resposta