Com os novos fatos envolvendo a Lava Jato e a bomba que estourou no último domingo (10) quando o site The Intercept divulgou uma extensa matéria sobre todas as manipulações das ações do ex-Juiz Sérgio Moro e do Procurador Deltan Dalangnol, no processo em que o ex-presidente Lula foi vítima de um jogo que inviabilizou sua candidatura à presidência em 2018, favorecendo a eleição de Jair Bolsonaro, e posteriormente tornando-se o seu Ministro da Justiça, a partir de agora os pré-candidatos do PT à eleição municipal de 2020 ganham um novo fôlego para entrar no jogo da sucessão eleitoral do ano que vem, o antipetismo continua, mas perderá força com o escândalo da VAZA JATO, a tendência é essa. http://bit.ly/2KHElM8

O vereador Anderson Prego do PT de Colombo, que ainda não decidiu se vai para a reeleição a vereador, ou se tenta fazer um jogo mais ousado, e vem para a disputa à prefeito, pode ter com o desmanche do golpe um fator importante a seu favor, além dos que já tinha, como a má avaliação do governo de Bolsonaro e as retiradas de direitos sociais por parte deste mesmo governo, que em menos de seis meses está com uma desaprovação popular nunca antes vista na história do Brasil, além de sua atuação como parlamentar de oposição, com uma postura ética e isenta, no Legislativo colombense.

Resta saber, se o vereador vai ter a disposição para encarar essa briga e ser mais uma opção na eleição, ou se comporá com algum grupo de oposição, seja com Zé Vicente ou Hélder Lazarotto, sem levar em conta o fato novo que deve pintar em Agosto, o mistério que está para ser revelado…Aguardem!

A chance de Prego pintou, e deverá vir a ter mais força, é só pegar a tal coragem e romper com o grupo de Onéias Ribeiro, o entrave dentro da banda podre do partido.

 

Deixe uma resposta