Em abril deste ano o meu blog pessoal teve de sair do ar, e muito mais por uma ação de desvarios de dos seguidores do pré-candidato a prefeito de Colombo, Hélder Lazarotto (PSD), do que por qualquer outro fato, e em dois meses de publicações diárias no blog não foi apenas um problema que eu tive, foram três em sequência.

O processo de saída do blog não foi somente por isso, mas como o canal tinha um foco politico o fato serviu para a posição radical da minha parte, e não me arrependo.

No momento estou empenhado na pré-campanha da minha irmã Priscila Glaucio que é pré-candidata a vereadora pelo MDB, o fato já foi amplamente divulgado. Ela tem a liberdade de escolher apoiar quem quiser para prefeito, e até sair do partido,eu escolhi por fatores históricos apoiar Sérgio Pinheiro ou não apoiar ninguém (se não surgir um fato novo) mas um coisa eu garanto: não há espaço para dar um voto de confiança para o “amigo” Hélder Lazarotto, e as razões são bem maiores que os fatos que elenquei acima.

  1. Hélder Lazarotto sempre esteve alheio aos processos politicos nos quais estávamos envolvidos desde que 1988 até 1996, quando a eleição de Beti Pavin ( ganha de forma fácil) o colocou dentro da campanha e dai por diante ele teve as benesses da amiga.
  2. Nas eleições Dalprá e Strapasson eu sequer o vi em um comicio, era um simples apoiador á paisana para não dar na vista.
  3. Nunca deu a cara para bater e só adquiriu cargos públicos por indicações e tráfico de influência
  4. Como secretário de saúde de Colombo por mais de 10 anos, não sei se deixou algum legado, a não ser a fama de “bom gestor” (questionável se não deixou legado). A construção da MATERNIDADE DE COLOMBO são méritos de Beti Pavin e Edson Strapasson
  5. Foi o maior responsável pelo fechamento da Santa Casa.
  6. Foi responsável junto com Gilberto Pavin pelo laudo criminoso do meu processo de aposentadoria.
  7. Recebeu o apoio meu e da minha familia em 2008 ( candidato a vereador, em 2012 candidato a vice-prefeito e em 2016 como candidato a prefeito e nunca me representou de verdade,pelo contrário, somente saiu de cena
  8. E fama de bom gestor até o Paulo Cesar Cardoso têm e é bem melhor que Hélder Lazarotto, deixará um legado apesar de tudo.

Entre 2017 e 2018 somente apareceu em Colombo para defender seus interesses e não os interesses dos 26 mil votos que recebeu, não fez oposição a prefeita Beti Pavin, essa uma questão crucial para mim, quem ganha administra e quem perder faz oposição como o vereador Prego, portanto esse site não irá divulgar nada do 100%$ Colombo, eis tudo.

Elias Glaucio

Deixe uma resposta