Há alguns dias atrás o jovem vereador do PRB , partido da Igreja Universal do Reino de Deus, postou em sua página no Facebook fotos de um encontro entre ele, o deputado estadual Felipe Francischini (SDD) e o deputado federal Fernando Francischini (SDD), em reunião politica com a Prefeita Beti Pavin, na Prefeitura de Colombo.

O vereador que até semanas antes desceu o verbo na gestão atual e em Beto Richa no encontro que teve como protagonista o ex-candidato do PDT ao governo do estado Osmar Dias, novamente se reaproxima da mandatária municipal para obter visibilidade politica para seus candidatos, e para o candidato a presidente pela extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL) , o mais rejeitado entre os presidenciáveis, por ser racista, machista e homofóbico, entre outras coisas, tão ou mais deploráveis que o mundo já sabe e condena. O vereador é seu principal porta-voz aqui em Colombo, e portanto de todas essas mazelas…

Foto da página de Thiago de Jesus (Facebook)

Na última segunda-feira (6) a Rede Social Facebook divulgou as páginas Fake News do MBL, tiradas do ar por divulgação de noticias falsas e fatos mentirosos contra os adversários do grupo que se diz ‘Forjados na Guerra” , aí não se sabe em qual revolução de fato eles estiveram presentes, ou se foi delirio de caçadores de Pokemon’s . Confira as páginas excluidas no link ao lado>>>https://www.gazetaonline.com.br/noticias/brasil/2018/08/facebook-divulga-lista-de-paginas-excluidas-em-julho-1014143038.html

O vereador colombense é um bom menino, e também têm boas intenções no plano local, votou a favor do povo e contra os projetos do executivo em questões polêmicas, por vezes se mostra indignado com as ações da bancada de negócios da prefeita, mas agora teve que ceder para mostrar força politica para o grupo que defende.

Em entrevista para o Colombo Atenta em 30 março deste ano, Thiago de Jesus diz que sua carreira começou ainda na infância, no ano de 1996, quando era um menino de 9 anos, e acompanhava o então candidato a prefeito de Colombo pelo PSDB, Pedro Ademir Cavalli, ou seja, também foi um militante “forjado na guerra”, já que naquele ano o “mito” Beti Pavin deixou seu adversário comendo poeira e venceu com quase 30 mil votos de vantagem.

Se for por falta de militância “guerreira” ,tanto a dupla Francischini, como o ultra-fascista Bolsonaro, não terão problemas em Colombo, e mais uma vez nosso bravo vereador estará no campo de batalha, e em 2020 se retira da politica, como ele meso já prometeu.

Confira a entrevista de Thiago de Jesus ao site- Clique no link ao lado>>>> https://colomboatenta.com.br/2018/03/30/entrevista-thiago-de-jesus-o-vereador-que-luta-por-um-povo-e-nao-por-um-cargo/

 

Deixe uma resposta