Com retorno da ex-vereadora, Michele Mocelin (ex-PMDB)para o PT, partido pelo qual se elegeu vereadora em 2012, e fez mais de 6000 votos para deputada estadual em 2014, é bem provável que a partir de uma vitória do PT este ano na eleição para o governo federal, o grupo comandado pelo ex-presidente da Câmara de Vereadores, Onéias Ribeiro (PT) , que pertence a ala ‘Construindo um Novo Brasil” , a mesma da presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, amiga e apoiadora do casal, tenha novamente o comando da sigla em Colombo e traga para 2020 o grupo de Jota Camargo para disputar a eleição municipal, a legenda ficaria novamente sob a mira dos ex-jotistas,  que hoje apoiam Ratinho Júnior (PSD) para o governo do estado e Hélder Lazarotto PSD) para prefeito em 2020, e se Ratinho vencer, nada pode impedir que novamente PT e o time Jota Camargo fiquem á vontade para fazer o jogo do ex-prefeito.

Na atualmente, o PT de Colombo é presidido pelo vereador Anderson Prego, reeleito em 2016, quando enfrentou todo o desgaste que muios não ousaram passar num ano em que o PT foi golpeado pelos partidos de direita, grande midia e judiciário. Prego pertence ala DEMOCRACIA SOCIALISTA da PT, e tem como seu maior trunfo o apoio de todos os movimentos populares de Colombo, e o fato de ter depurado o partido e ser o melhor vereador do muniipio nos últimos anos. Nessa eleição, o seu grupo apoia Dr Rosinha para governador,Lemos deputado estadual e professora Josete para deputada federal, ou seja: não é um grupo de “negócios”, mas um grupo de petistas que defendem uma nova politica. Vai ser dificil tirar dele os apoios de sua base, e para fazer o contraponto ainda terá a vantagem de ser o novo na politica municipal, e não é da “banda podre petista”, além é claro de ser um petista importante na campanha de Lula para Presidente. Eis tudo!

 

Deixe uma resposta