O descontentamento do secretário de saúde de Colombo, Dr Antoninho Barth, divulgado pela página “Se Liga, Colombo” na Rede Facebook, na tarde de quinta-feira (12), não é novidade, uma vez que o vereador licenciado assumiu a pasta por pressão politica e para fazer parte de jogo de interesses envolvendo a prefeita Beti Pavin, vereadores não eleitos e gente que tinha promessa de cargos na administração municipal. Na verdade colocaram a faca no pescoço de médico, que para não ver mais o caos da saúde de Colombo aceitou o desafio de ao menos tentar melhorar algo.

Passados mais de seis meses de sua posse o secretário está com razão insatisfeito com as condições de trabalho que estão ao seu dispor, justo ele, um homem público admirado por muitos municipes e com um passado de trabalho reconhecido á frente dessa mesma secretaria ( na época a Secretaria de Saúde e Bem Estar Social) na gestão de Edson Strapasson, médico amigo de seus pacientes e classe médica de Colombo, não teve como dizer não ao chamamento da prefeita e se colocou a disposição para tentar melhorar uma área critica e de muitos problemas.

A partir de agora resta saber o que  o vereador eleito com expressiva votação pelo PSDB vai fazer, ou volta para a Câmara de Vereadores de onde nunca deveria ter saido ou fica na Secretaria lutando contra os vicios de uma gestão de negócios politicos e mais preocupada em atender a demanda por asfalto de seus vereadores à planejar uma politica com ênfase na vida do cidadão colombense.

DR Antoninho têm o apoio da maioria da população
Reprodução: Se Liga, Colombo

Uma coisa é certa: Dr Antoninho têm o respeito e o apoio da população que demonstra nas redes sociais e nas ruas que está ao seu lado, o mesmo não acontece com Beti Pavin, que a cada dia vê seu já minguado patrimônio e biografia politica ir pro terra abaixo, e Sérgio Pinheiro vai embarcando na mesma canoa, ou ele toma uma posição como vice-prefeito que é, ou no futuro essa omissão vai lhe custar caro.

 

Deixe uma resposta