O falecimento do jornalista Marcelo Flessak,59, na manhã de sábado (21), em Guaratuba, vitima de uma pneumonia, deixou os colombenses consternados, o jornalista tinha uma grande afinidade com todos os segmentos do municipio, como editor do Jornal de Colombo foi um porta-voz e um cronista do dia a dia do povo colombense. Muito mais que um profissional, Flessak era um amigo de todos, sua ligação com os esportistas, agentes públicos e o leitor do Jornal de Colombo, extrapolava a ponte entre a informação e o oficio jornalistico, expandia-se para empatia e o relação humana.

Natural de Pato Branco, sudoeste do Paraná, Flessak nasceu em 9 de junho de 1958, pai de duas filhas e uma neta.

Sua passagem por Colombo foi uma das mais marcantes para o jornalismo local, o jornalista chegou a ser homenageado pela Câmara de Vereadores de Colombo, com o Titulo de Cidadão Honorário, sua paixão pela Terra da Uva era notória e nunca escondia isso de ninguém, mesmo depois de sair do Jornal de Colombo e ter ido trabalhar na Paraná Esportes, nunca deixou de lado seu compromisso em divulgar os fatos do municipio.

Marcelo Flessak deixou grandes lições para todos que atuam mas midias locais, e a principal delas foi a dedicação e o amor ao jornalismo ético e compromissado com a verdade.

“Minha relação com Marcelo Flessak começou em 2016 quando lancei o site Futebol Colombense, mesmo sem ter a oportunidade nos conhecermos pessoalmente, deu para perceber que ali estava acima de tudo um um jornalista e um grande ser humano” Elias Glaucio

 

Deixe uma resposta