Hoje, 04 de abril de 2018, a minha intenção era escrever sobre o julgamento do HC do ex. presidente Lula. Porém o baile no cabaré do STF será longo e a coluna precisa sair.

Dando uma zapeada nas redes sociais consegui ler de tudo e percebi como as coisas estão estranhas, tem até um novo comentarista político: o youtuber Felipe Neto. Agora fiquei preocupada de fato, mas essa ladainha fica para depois.

Tem um procurador da República fazendo greve de fome, para fazer mais drama.

É o twitter oficial do Tribunal Regional Federal da 4ª região, sim aquele aonde o caso do Lula está, curtindo post do General Eduardo Villas Bôas.

Mãe Jucá, cada dia mais solto, alardeando que o exército já está de sobre aviso. Sobre aviso para o quê mesmo?

Entre tantas outras aberrações que brotam igual chuchu na cerca desde domingo.

Com isso comecei analisar as atitudes de alguns amigos, que em 2010 quando até então militava no PSDB (não tenho vergonha de assumir isso, vergonha tenho de ter demorado tanto tempo para perceber a escrotidão existente na executiva), enquanto defendia a candidatura do Serra, esses amigos apoiavam a eleição da Dilma, com as seguintes argumentações: com Lula pobre come carne 3x por semana, com Lula a economia melhorou, com Lula comprar a casa própria ficou mais fácil, entre tantas outras argumentações.

Esses mesmos amigos, em grande maioria, agora exigem a prisão do Lula, o chamam de ladrão, larapio entre tantos outros adjetivos. Mas por que dessa mudança?

Ai meu pensamento: Porque só o Lula? Não morro de amores por ele, mas não acho justo ele ser o boi de piranha dessa ladainha.

Oras. Falar mal do Lula dá likes, dá visualização, gera “amigos”, você vira popular. A mesma coisa que aconteceu em 2010…falar mal do Lula era feio…afinal até aquele ponto da história ele teria sido “O” presidente.

Ninguém quer o bem do Brasil, só sabem repetir frases de efeito ditas por sites duvidosos, e com isso se instalou um sistema de ódio aonde ninguém enxerga mais nada a não ser seu fel. E não foi o PT quem começou isso, como muitos alegam. Isso começou em 2010 com Serra, mas se intensificou em 2014 com a campanha do Aécio, outro sem futuro que foi idolatrado por uma direita que nem sabem o que é isso.

Só vejo falarem do tríplex e sítio em Atibaia …. não vejo ninguém falar sobre os R$ 51 milhões do ex. Ministro Geddel, encontrados em malas no apartamento do amigo.

Não vejo ninguém gralhando do Rocha Loures, ou sobre a soltura dos amigos do Presi em pleno feriado prologando.

Não vejo mais o kit anti corrupção que imperava nas famílias brasileiras para demonstrar a sua indignação perante o caos que o Brasil vivia. Mas pera aí? O caos ainda impera …. É tanta asneira junta, que como disse meu colega @JJCarlossouza: como diz a minissérie da Netflix, O Mecanismo: “Kkkkkk por ai. Mas Padilha insinua com a série que os políticos são “forçados” a entrar no MECANISMO. O que os p#$@ não entendem que está é a defesa possível da atuação do Lulismo. Mas são idiotas até nisto

Então ficamos assim, com a decisão do STF hoje, Lula pagará o pato e O Mecanismo continuará a todo vapor.

Até a próxima coluna…

Rita Gomes Todeschini é ativista politica e blogueira de Brasilia

Deixe uma resposta