Fundada em 25 de março de 2014 a ONG COACOL -Coletivo de Ação Cultural de Colombo – nasceu com a  finalidade de estimular  as ações culturais de Colombo , através de eventos , formações de grupos e associações que promovam manifestações , pesquisas e registros dos movimentos artisticos , além de procurar estimular a sensibilidade e criatividade dos cidadãos do municipio , inaugurou no último dia 10 de março , sua sede própria , local é uma conquista do grupo que pretende agora ter mais condições de realizar projetos próprios .

“Desenvolver a sensibilidade, a criatividade e o senso crítico, criar uma identidade cultural no município, valorizar o artista e a história dessa cultura.” Cita a página da ONG no Facebook 

Nessa semana o Colombo Atenta teve um bate-papo com Leonardo Ferreschi , ator , professor e o primeiro presidente da ONG , sendo um dos seus principais ativistas . Ele nos contou quais serão a primeiras ações a partir da fundação da sede .

 

Leonardo Ferreschi

Confira:

Qual a importância para a cultura e para a COACOL da abertura da sede?

Ferreschi: Uma sede, em um primeiro momento, concentra os esforços e facilita os encontros e reuniões com os artistas e ativistas culturais. Mas já planejamos eventos e oficinas para fomentar a cultura.

Que serviços a Coacol vai disponibilizar para os artistas?

Ferreschi: O sonho dos associados do Coletivo de Ação Cultural sempre foi um Centro Cultural nas imediações do Maracanã. Esperamos que a sede nos possibilite concentrar esforços e, quem sabe, com o apoio dos empresários, e também com a ajuda dos dois Conselheiros Estaduais de Cultura, que Colombo conseguiu eleger com a ajuda da COACOL, possamos, em breve, realizar mais esse sonho e montar o Centro Cultural. Enquanto isso, tentaremos trabalhar em parceria com os colégios e aguardamos ansiosos a inauguração do CEU das Artes de Colombo para propor parcerias ao grupo gestor. Estamos alvoroçados e entusiasmados, com vários projetos em pauta. Mas precisamos dar um passo de cada vez. Afinal estamos assumindo compromissos financeiros baseados apenas em nossas esperanças.

Como foi viabilizada a conquista da sede?

Ao longo dos 4 anos de existência do Coletivo Cultural, sobrevivemos apenas com o trabalho voluntário dos associados e sem a injeção de qualquer recurso financeiro, proveniente do poder público ou de empresários. Todas as nossas despesas saíram do “próprio bolso”. Pretendemos continuar esse trabalho voluntário e, mostrando os resultados, tentar contagiar empresários apoiadores, além de procurar capacitar os artistas a buscarem verbas em editais culturais estaduais e federais, enquanto a nossa lei municipal não sai do papel. Ainda estamos lutando para viabilizar. Trata-se de um imóvel de um empresário amigo que apresentou a possibilidade com um aluguel acessível e já com alguma infraestrutura.

Vocês já tem uma agenda para este ano ?

Não quero pessoalmente elitizar nossa proposta.Esperamos que a sede nos possibilite concentrar esforços e, quem sabe, com o apoio dos empresários, e também com a ajuda dos dois Conselheiros Estaduais de Cultura, que Colombo conseguiu eleger com a ajuda da COACOL, possamos, em breve, realizar mais esse sonho e montar o Centro Cultural. Mas algumas oficinas devem ser oferecidas já nos próximos meses. E também estamos preparando projeto culturais que envolverão os colégios da região do Maracanã , como discutimos também políticas públicas e gestão de projetos não me preocupo muito com isso e entendo que agregar quem mais precisa é um desafio maior estando mais distante mas a identidade e a representavidade popular é nossa prioridade

Quem está nessa luta com o movimento?

Contamos atualmente com 30 sócios ativos, que com suas mensalidades e trabalho voluntário trouxeram esse projeto até aqui. Mas temos a esperança de que com os projetos que desenvolvemos possamos aumentar esse número de apoiadores. Contamos inclusive com a ajuda da imprensa, em geral, na divulgação do nosso trabalho. O objetivo da COACOL sempre foi de reconquistar o orgulho de ser Colombense. E acreditamos que o caminho é valorizar sim a cultura local.

Serviço:

Sede da COACOL

Endereço: Rua Marechal Floriano Peixoto , 65 , centro – Colombo

 

Deixe uma resposta