Quando este site divulgou a notícia da aposentadoria de Hélder Lazarotto, funcionário de carreira da prefeitura há 40 anos , muita gente fez aquele tradicional movimento de ser mais realista que o rei , uns por interesses políticos e a maioria por desconhecer a lei mesmo , até o próprio Hélder Lazarotto , o beneficiado , foi querer dar uma de freira na zona , e fez besteira ao responder através de um depoimento aos críticos, e não assumir de vez o fato de que seu direito em se aposentar é mais que legal , e dentro das normas que regem a lei previdenciárias e constitucionais , pareceu demagogia barata, ou foi falta de assessoria mesmo .

O fato é que Hélder Lazarotto está prestes a se aposentar e não terá como segurar ou adiar isso por muito tempo , ou será que o opositor de Beti Pavin ganhou na Mega Sena e ninguém soube ,  já que está abrindo mão de receber de forma legal mais de 13 mil por mês?

Não há como negar que algumas aposentadorias e pensões são verdadeiros prêmios de loteria , principalmente daqueles que estão há mais tempo na prefeitura , mas isso é culpa do sistema de anos e da mudança de regimes , de celetista para regime estatutário .

Hélder Lazarotto vai ganhar bem menos que muitos colegas que entraram após ele no serviço público – 1978- , dia desses a secretaria da Dra Eliane Tosin , Liamar Costa foi para a inatividade recebendo a merreca de R$11 mil por mês, mas também foi aposentada de maneira legal. Ela fez uma faculdade nesse tempo e isso a favoreceu, se há uma coisa a ser questionada é o fato de muitos inativos terem sido beneficiados por essas vantagens , pois esses cursos superiores foram uma forma de oferecer a muitos a chance de levar essas progressões para contar em seus proventos. Não que isso seja imoral, mas os convênios com essas instituições de ensino , muitas vezes não presencial , e de qualidade duvidosa favoreceu uma gama de servidores públicos de Colombo , e esse negócio entre prefeitura e as tais faculdades só serviram para ligar o nada a coisa nenhuma em termos de acréscimo de conhecimento , não é um caso generalizado , mas em sua maioria o curso superior só serviu para levar vantagens em caso de aposentadoria , e aconteceu nos governos de Jota Camargo e Beti Pavin.

Hélder Lazarotto tem mais é que vir a público e esclarecer de  vez sua intenção em se aposentar conforme  aquilo que a lei lha dá direito , contribuiu 40 anos sendo 20 como estatutário , já tem 56 anos , não está levando nada que seja fruto de alguma vantagem , como aquelas das quais muitos políticos e magistrados são beneficiados.

Não há dentro deste contexto nenhum risco futuro , em que Hélder possa ser alvo de contestação por seus adversários políticos , uma vez que muitos deles estão nessa mesma situação, risco politico é batom na cueca , porém , esse é outro papo.

Uma coisa é o servidor ir para a inatividade por meios nefastos da politicagem  e beneficiados por esses famigerados projetos de lei feito para lhes dar essa mordomia. Outra é o cidadão ter trabalhado conforme as leis vigentes e constitucionais  e ter esse direito assegurado , simples assim , quem contesta faz demagogia , como o opositor tentou fazer de forma tosca.

Hélder Lazarotto tomou uma postura mais por medo de ser alvo de críticas do que por opção pessoal. Quem garante que alguns anos ou meses , um desses aposentados recentes , com salários acima de 14 mil , não irão disputar a próxima eleição? Beti Pavin está também prestes ao mesmo direito que Hélder , assim como o controlador geral do município Edson Strapasson , esse pode vir a ser um candidato a prefeito inclusive.

O assunto foi debatido de maneira bem politiqueira nas redes sociais, e não como deveria ser. A Colombo Previdência está financeiramente saudável e não há risco de colapso, está com muitos recursos , e não corre perigo .

O questionamento agora deve ser em torno dos motivos que levaram o diretor do Hemepar a ser tão ingênuo a ponto de querer abrir mão de um vencimento em  seu orçamento familiar por mais de 7 anos, sim , porque se ficar os próximos três anos sem os proventos e mais os 4 anos se for eleito prefeito, lá se vai um bom tempo deixando de receber o lhe é de direito , e isso em vai pesar no final do mês , ou será que têm gato nessa tuba? Eis a questão …

Deixe uma resposta