Na madrugada que passou , a Unidade de Pronto Atendimento da Boa Vista , a que têm maior demanda de pacientes todos dias na Rede Pública de Saúde de Curitiba e Região Norte da Região Metropolitana , chegou  recorde de 5 horas para que um paciente viesse a ser atendido .

A falta material humano é evidente ; faltam médicos , faltam enfermeiras e técnicas de auxiliares de enfermagem , e falta gente em outros setores .

O prefeito de Curitiba , Rafael Greca (PMN) , não tem achado nada de mais na precariedade do sistema , e também não tem ouvido o clamor do povo , a saúde é um  dos principais problemas de sua gestão , mas um fato pode dar ao mandatário uma válvula de escape : 70% dos usuários da UPA BOA VISTA são de Colombo , isso tudo porque a prefeita Beti Pavin (PSDB)  ainda não entregou a UPA DO OSASCO pronta há quase dois anos e nada da Secretaria de Saúde colocar a mesma para funcionar , isso diminuiria em muito a saida para Curitiba .

Há mais de 18 dias um morador de Colombo denunciou no Facebook , mais um descaso da prefeitura com o setor . Sua avô precisava fazer um hemograma completo , a paciente têm MAL DE ALZHEIMER , após quinze dias ainda não tinha sido liberado o procedimento , é revoltante que fatos dessa natureza ainda ocorram em Colombo , a oitava economia do Paraná , nem mesmo com Ministro da Saúde , Ricardo Barros (PP) , sendo do mesmo partido de Sérgio Pinheiro , vice-prefeito do municipio , está resolvendo , pois o cidadão liberou em sua gestão mais meio bilhão de reais , somente no ano de 2017 , Curitiba recebeu 26 milhões , e Colombo ? A prefeita Beti Pavin não anunciou nada até agora , em 2016 , Barros liberou a merreca  de 3 milhões , grana que sequer dá para terminar a revitalização de Unidades de Saúde .

Confira o video do usuário

Deixe uma resposta