O caso ocorrido na segunda-feira (15) , quando um rapaz foi morto na rua Pedro Manika , no Roça Grande , por volta das 21h30 , e ficou por mais de 13 horas no meio da rua esperando por uma viatura do IML , com a familia tendo que improvisar um velório ali mesmo no local , foi a “cereja do bolo” que bastava para coroar a pior gestão de um governador a frente do comando do Paraná desde 2011 , quando assumiu o Palácio Iguaçu . Beto Richa é uma farsa como politico , um garoto mimado que teve apenas 16% de suas promessas de governo cumpridas .

Crédito: Reprodução da web

Não é aceitável que o Instituto Médico Legal (IML) tenha apenas uma viatura para atender toda a Região Metropolitana , uma das mais violentas do Brasil , a atuação do governador repercute no País como uma das piores em avaliação , seu descaso para com Colombo é notório e coloca todos os seus apoiadores dentro do municipio numa posição constrangedora  , desde da prefeita Beti Pavin , e do seu opositores Hélder Lazarotto e Joel Cordeiro  , mais os 15 vereadores que dizem amém a tudo que vem do “playboy” e não tem sequer coragem de fazer uma nota de repúdio aos desmandos do tal Beto Richa e sua equipe de governo . Salvam-se Anderson Prego e Thiago de Jesus (este é preciso esperar ainda para ver pra  que lado vai).

A revolta deixa muitas vezes que o debate politico se perca da racionalidade para o embate entre igrejinhas locais , mas não dá para sair culpando apenas a prefeita ou seus opositores , até porque se perde o foco na questão da gestão estadual , que é a responsável pelo IML ,nossas lideranças  devem de forma urgente fazer uma cobrança “bruta” ao governo do estado , que neste ano deve invadir Colombo a cata de votos para seus candidatos , e com o apoio de oposição e situação , não dá para dourar a pilula ,é preciso posições firmes e radicais nessas horas , ou vão acabar morrendo junto com a biografia de Carlos  Alberto Richa , pois quem cala consente com o fato …

Deixe uma resposta