Os vereadores da base aliada , que , em sua maioria estavam prontos para sacramentar na tarde desta terça-feira (11) mais um golpe no bolso do povo , quando era para ser votado os PLs que aumentaria o reajuste de 25% na aliquota do IPTU , e a mudança na LEI ORGÂNICA que dava aos “nobres edis” e agentes públicos o direito ao 13º salário e 1/3 das férias , voltaram atrás e não colocaram na pauta do dia as duas votações .

Segundo a página “SE LIGA , COLOMBO ” , no FACEBOOK a pressão exercida nos últimos dias pelas redes sociais com o movimento #SOMOSTODOSCONTRA foi o empurrão que faltava para que a casta politica que hoje domina o Legislativo recuasse .

O vereador Issa da Paixão se negou a falar com o blogueiro Nilmar de Brito na saida da sessão – Créditos: Nilmar de Brito

É bom lembrar que na primeira votação , o placar foi de 13 x 4 para a “bandidagem” , apenas os vereadores Anderson Prego , Ângelo Betinardi , Péle e Élcio do Aviário foram contrários , o vereador Thiago de Jesus esteve ausente , mas esta semana se manifestou contra a benesse e o aumento do imposto .

A APMC sindicato , médicos , servidores , e diversos grupos formados na rede social também se posicionaram de forma contundente , fazendo com que os politicos aliados da gestão de negócios , e entre eles o vereador Eurico Dino , eleito pelo grupo de Hélder Lazarotto -mas na hora de defender o povo foge da luta e fica ao lado das tretas e dos seus interesses –  não deixaram o casuismo prevalecer e continuam na luta , já que não será surpresa se a qualquer momento os legisladores voltem atrás e coloquem  s votação dos PLs em pauta .

Deixe uma resposta