Apesar de estar meio à deriva no cargo de vice-prefeito de Beti Pavin, Sérgio Pinheiro pode ser a salvação do grupo da gestão de negócios para a eleição de 2020. Segundo fontes do site, o ex-vereador está sendo sondado e estrategicamente guardado para 2020. A jogada é fazer dele o primeiro prefeito oriundo do Alto Maracanã onde o político tem respaldo popular e seria o candidato do povão.

Nesse xadrez os empresários de Colombo que atualmente dão as cartas -de poker inclusive – na atual administração , sugerem como vice na chapa, caso o cargo não seja extinto na reforma política em curso no Congresso Nacional, o atual secretário de planejamento e de esportes e cultura, Márcio Ferro.

Para levar o eleitorado no bico nos próximos anos, o vice Sérgio Pinheiro teria que se desgarrar do grupo de Beti Pavin e fazer de conta que está “xatiado”, com isso garante o discurso.

Já Márcio Ferro seguraria a barra junto aos empresários e daria uma de “João sem Braço ” , até lá daria tempo de aumentar o confronto com o grupo de Waldirlei Bueno e cia , que fariam parte do jogo entrando como chapa oficial de situação da suruba eleitoral.

 

Postado por Luara Claucio

 

Deixe uma resposta