Com o massacre imposto pela base aliada quando da votação dos Projetos de Lei 007 e 008 , na manhã desta segunda-feira (17) , em sessão realizada na Câmara de Vereadores de Colombo , com um aparato policial digno de uma ação no Morro do Alemão , a prefeita Beti Pavin (PSDB) conseguiu mais uma vez fazer valer os objetivos de sua gestão de negócios . O resultado da votação , 13 a 3 ,mostra o quanto esse governo está empenhando em entregar a prefeitura totalmente sucateada para o próximo prefeito .

A prefeita que só está no poder por ter feito uma série de acordos na eleição passada e dividir a oposição , vai entrar para os “anais” da politica do municipio com biografia manchada pelo golpe que aplicou nos servidores municipais , e junto com ela vão mais os 13 picaretas que negociaram seus votos para trairem o funcionalismo.

Beti Pavin , que em 1996 venceu sua primeira eleição majoritária com mais de 30% a frente do segundo colocado , o vereador , Pedro Ademir Cavalli , foi a primeira mulher vereadora de Colombo , a primeira vice-prefeita , a primeira deputada estadual , e a que mais conquistou mandatos no executivo , quatro no total: 1966/2000 , 2001/2004 ,2012/2015 e agora 2017/2020 (isso se chegar até lá na cadeira) .

A entrada de Beti Pavin , em 1988 ,  na politica quebrou muitos tabus e foi uma vitória da classe dos mais pobres sobre a classe dominante , mas com o passar dos anos a prefeita se apegou ao poder e seus privilégios de tal forma , manchando toda sua carreira , com escândalos atrás de escândalos: Funcionários fantasmas na ALEP , desvio de recursos em 1998 do mercadão da familia , está na lista dos politicos qua mais enriqueceram , teve os bens bloqueados em razão de irregularidades na Festa da Uva de 2014 , casos de nepotismo , contas reprovadas pelo TC , sendo a primeira politica a ser enquadrada na Lei da Ficha Limpa , só escapando dela graças a muitas manobras de bastidores.

Já os 13 vereadores que estão ao seu lado , ao negociarem seus votos contra o povo e contra os direitos dos servidores serão expurgados da politica daqui a 3 anos e meio , talvez um ou dois sobrem , mas já fizeram o serviço sujo para o executivo , e esqueceram que o povo é o dono de cada mandato que ali está.

ELIAS GLAUCIO

“PACOTE DE MALDADES” DE BETI PAVIN ACABA DE SER APROVADO SEM DÓ E PIEDADE

Apesar da luta dos trabalhadores em tentar de todas as maneiras barrar a votação dos projetos que retiram seus direitos, infelizmente a vontade de Beti Pavin prevaleceu. Os vereadores acabam de aprovar por 13 x 3 as PL’s 007/008 de 2017.

 

Veja quem foi CONTRA os trabalhadores e a população:

Marquinhos Berlesi (PSDB)
Maurício Issa Paixão (PTB)
Edson Baggio (PTC)
Renato Lunardon (PV)
Sidinei Campos (PRP)
Angelo Betinardi (PTC)
Vereador Marcos Dumonte (PEN)
Pastor Jerçon (PSL)
José Renato Strapasson (Pelé – PTB)
Dr. Antoninho (PSDB)
Doliria Strapasson (PSDB)
Elcio Do Aviario (PSDB)
Vardão (PSB)

Em DEFESA do povo e dos servidores:

Anderson Prego II (PT)
Thiago de Jesus (PRB)
Eurico Dino (PR)

Vagner da Viação não votou por ser o Presidente da Câmara Municipal, mas teve um papel importante ao solicitar o apoio policial e a não participação

Matéria de Maicon Martins postada de manhã em sua página no Facebook.

Deixe uma resposta