Dentro da área da Educação as promessas de campanha da prefeita reeleita não estão sendo cumpridas , o não pagamento da data base , avaliações e progressões dos servidores da classe fez com que a APMC sindicato em Assembléia Extraordinária aprovasse a paralisação da  categoria a partir do dia 26 de julho , após as férias. Sem a valorização dos servidores e sem ter como negociar nada , a prefeita deixa a desejar também na Educação.

AS PROMESSAS E O QUE FOI CUMPRIDO:

Confira o PLANO DE GOVERNO e veja o que foi feito até agora:

Ampliar o programa de inclusão digital com ênfase aos alunos da rede pública;(Não há nada divulgado por enquanto)

Manter a distribuição de uniforme e material escolar no início do ano letivo; ( O uniforme escolar não foi entregue)

Manter a merenda escolar de qualidade aos alunos da rede pública e da Educação Infantil; ( Em muitas unidades escolares há reclamações da qualidade da merenda , assim como nos CMEIS)

Democratizar as ações na área da educação pública em interação direta com os professores e a comunidade; ( Nada)

Ampliar, melhorar e intensificar o atendimento pelas CMEIS municipais e pré-escolas; ( Falta vagas nos CMEIS , a procura continua sendo maior que a oferta)

Implementar políticas visando a valorização dos professores e educadores; ( O MOVIMENTO GREVISTA DEMONSTRA QUE NADA FOI FEITO)

Ampliar investimentos para segurar espaços adequados e ambientes escolares para permitir uma oferta diversificada de projetos de educação integral; ( Beti Pavin entregou oficialmente  dia 8 de abril  a primeira Escola Municipal em Tempo Integral com Turno Único de Colombo, a Escola Municipal Isolina Ceccon. A instituição passou por obras de ampliação e adequação dos ambientes em 270,06 metros quadrados para atender neste primeiro momento, a 200 alunos.)

Postado por Luara Claucio

Deixe uma resposta