O que o esporte nos ensina de hoje vai tratar de um assunto a que todo o esportista ou entusiasta do esporte encontra em sua carreira.

A Derrota.
E o que a derrota nos ensina?
Bem vamos a um doa maiores exemplos das histórias no esporte, movidas pela derrota:
1982 – copa do mundo de futebol, seleção brasileira x seleção italiana:


Zico, Sócrates, Falcão, Éder, Oscar, Tele Santana, entre tantos outros, lutaram bravamente para prosseguir na competição da qual viam desde 1981 fazendo história pelo mundo, derrotando Inglaterra em Londres, França em Paris e Alemanha Ocidental em solo alemão, foram derrotados pelo placar de 3×2 para os italianos!
Muitos dizem que foi o jogo de todas as copas! Aquele jogo inesquecível para quem o viu pelas emoções que foram geradas naquele momento cheios de emoções, talentos e daquilo que só o esporte tem! 


Misturas de garra, como no segundo gol do Brasil pelo Falcão, de tranquilidade como no empate no 1×1 e de tristeza no final da partida, rechearam o imaginário do torcedor brasileiro que aprendia ali que até as estrelas caem. Por mais qualificada que fosse nossa seleção, um único deslize bastou para resultar na desclassificação de uma seleção vitoriosa e superior a todas as demais!!
Na época o país saia de um regime de opressão fortíssimo e o futebol naquele instante era a liberdade decretada de verde e amarelo em que o país inteiro colocava ali todas as energias e euforias pelo novo momento!


Mas a Derrota, ah que derrota, construiu um país amante do futebol, um povo que luta até o fim e uma nação que não desiste tão fácil.
E assim o caminho amargo da derrota, edifica seus participantes e fortalece suas armas para encarar novamente um novo desafio, rumo a vitória ou a uma nova oportunidade de crescimento!

Darlan França Ciesielski Junior – Professor de Educação Fisica – Técnico de bocha paralimpica ,  9 vezes campeão paralímpico na modalidade .

Marcelo Nunes Monteiro – Professor de Educação Fisica e árbitro de Bocha Paralimpica

Deixe uma resposta