O governo de continuidade de Beti Pavin já completou 184 dias  sem nada de novo , muito pelo contrário , a administração tucana sacaneou todos seus eleitores , e aos poucos vai coxeando e caindo como um morto vivo. O que era bom ficou ruim , apenas o esporte vai se salvando do naufrágio , e o que era ruim está cada vez pior .

No mês de maio , o candidato da oposição Hélder Lazarotto (PR) garantiu aos amigos e aos eleitores que iria tomar posições mais firmes e partir para o confronto de ideias , cobrando mais ações de sua adversária e apoiando os movimentos dos médicos e servidores que lutam por seus direitos , mas nada disso está acontecendo , o diretor do HEMEPAR , “NÃO EMPRENHA E NEM SAI DE CIMA” como citou certa vez o ex-vereador Nande Mocelin em uma reunião da CÂMARA DE COLOMBO .

Sem lider para assustá-la , a prefeita em fim de carreira vai pondo suas cartas na mesa para favorecer sua gestão de negócios .

Pior que ter uma governante ruim , é ter uma oposição ainda mais ruim , com medo , acuada , sem poder se expor porque não pode e não quer sair da posição em que está .

Nem dá para falar de Joel Cordeiro e Rose Cavalli , dois outros candidatos oposicionistas , mas que no balcão de acertos pré-eleitorais já acertaram suas vidas e sacanearam o eleitor.

Quem mais sai perdendo nessa história toda é o professor Alcione Giaretton , a única voz que poderia ecoar e se fazer ouvir , porém , seguro pelo companheirismo ao seu amigo Hélder Lazarotto , está tentando administrar a vontade de largar a aliança , com o desejo de fazer valer a condição de oposição que realmente é. Enquanto isso , o povo pergunta: Cadê a oposição que estava aqui?

 

Deixe uma resposta