O pacote de maldades da prefeita Beti Pavin que nesta manhã de sexta-feira vai a  segunda e definitiva votação na Câmara de Vereadores de Colombo , a Casa do Povo , mas no dia de hoje irá servir para que a “quadrilha” da base aliada do executivo , eleitos pelo povo , aprove em troca de favores o pacotaço de retirada de direitos dos servidores municipais para atender  “A GESTÃO DE NEGÓCIOS” da atual prefeita , e enfiar goela abaixo uma série de medidas contrárias a mais de 4000 mil familias.

Neste dia , você não vai ter o apoio DELLES , que durante esses 30 últimos anos dominam a politica de Colombo e são funcionários de carreira da prefeitura , como você servidor , e como eu , servidor aposentado , porque ELLES estão para se aposentar , como muitos que não irão perder nada , pois fazem parte do quadro de servidores há mais de 30 anos , agora são politicos , e estão com suas riquezas acumuladas graças ao teu trabalho e de muita gente que sempre foram companheiros , mas é hora de pensar nos novos amiguinhos empresários e que estão dentro da atual administração para fazer aquilo Joesley Batista fazia , ou ainda faz, dentro do alto estafe da politica brasileira.

Edson Strapasson , ex-prefeito , ex-deputado estadual , é engenheiro civil e está na prefeitura desde a gestão de João Chemin , onde era Diretor do Departamento de Engenharia e Urbanismo . Chemin iniciou seu governo em  1983 . Strapasson voltou para a prefeitura este ano a convite de Beti Pavin para ocupar a Controladoria Geral do Municipio , e se você pensa que foi só uma ação politica , está enganado , STRAPASSON está para se aposentar com um salário dos mais polpudos , cerca de R$ 13.000.00 a R$15,000,00 mil mensais.

Já o representante da oposição , Hélder Lazarotto , também é funcionário da prefeitura desde o final da década de 70 . Foi chefe do setor tributário , secretário de saúde e chefe de gabinete , tem formação superior em administração e teologia , está atualmente no governo do estado onde dirige o Hemepar , mas se você ver alguma defesa dele em favor dos servidores , por favor me avisem , até agora eu só vi fotos em meio  a politicos e fazendo articulações para 2020 , quando na verdade deveria ester falando para seu eleitorado em Colombo que lhe deu mais de 26 mil votos , e a grande maioria do servidores votaram em suas propostas , mas findou a eleição o cara silenciou  o discurso .Também deve se aposentar com um alto salário em breve.

A prefeita Beti Pavin , é um caso  á parte , a dama de ferro da Terra da Uva , entrou na administração em 1977 , era secretária , telefonista e responsável pela emissão de carteiras de trabalho. Formou-em Sociologia  pela PUC . Com o passar dos anos teve a sorte de ter um Lordes Geraldo no seu caminho e enveredou-se pelo caminho da politica e com muito sucesso,  sua relação com seus colegas servidores foi decisiva pára ganhar várias eleições , está para se aposentar também , com a merreca de R$13,000,00 ou mais , além de poder receber mais o salário de prefeita no valor de R$18,000,00 , enquanto estiver no exercicio da função. Recentemente a mandatária estava cursando um curso de pós graduação á distância em Gestão Pública pela Faculdade São Bráz , dai fica a pergunta : será que ela irá receber as progressões que estão congeladas desde de 2015? Nem precisa , né ? A riqueza acumulada nestes anos dispensam esse direito , que ela agora vai retirar com o PL 007.

A procuradora do municipio , Dra Eliane Clara Tosin , entrou na prefeitura na gestão de João Chemin pelas mãos do Dr Marco Antônio Maia Corrêa , para ser sua assistente , até assumir em definitivo a titularidade da pasta na gestão de João Dalprá , em 1989 , em lugar do Dr Bolivar Ferreira . É a cabeça do núcleo duro de Beti Pavin , e já se aposentou ganhando R$10,000,00 , e logo seguida foi nomeada em cargo de comissão para a Procuradoria onde deve receber hoje em torno de R$ 7,000.00 a R$ 10,000,00.

Tem mais gente nessa bacia de privilegiados , mas aos poucos vamos contando quem são.

Deixe uma resposta