Beti Pavin vem mostrando em suas ações que não está nem aí com as reclamações do povo colombense e muito menos com o choro dos servidores públicos. A única coisa que parece interessar à Prefeita é demonstrar o poder que tem sobre a Câmara de Vereadores e na cidade.

Venho acompanhando trabalhadores angustiados e preocupados com a aprovação de um projeto que lhes tiram direitos garantidos há muitos anos. Isso me faz lembrar da população colombense que chora pela falta de médicos, que sofre com o descaso de uma gestão retrógrada, inerte e incompetente.

O mais triste de tudo isso, é saber que muitos servidores e colombenses que estão “de cara” com Beti Pavin e seus vereadores, ao encontrarem os “representantes” nas ruas ou em seus locais de trabalho, não saberão e muito menos terão a coragem de cobra-los, pelo contrário, para muitos a presença deles é algo “angelical”, prazeroso. Políticos não podem ser tratados com idolatria, eles são nossos funcionários e precisam saber que a força é nossa e que nós é quem mandamos.

Maicon Martins é estudante de Direito e ativista politico

Deixe uma resposta