Nem o mais otimista e religioso dos servidores públicos de Colombo acredita que nesta terça-feira (20)  os vereadores da base aliada de Beti Pavin possam ter uma recaída e deixem de votar contra a classe na sessão que vai deliberar as alterações no Plano de Cargos e Salários dos funcionários. Se não aceitaram sequer discutir na Comissão de Finanças na segunda-feira (19) as emendas propostas pelo vereador Anderson Prego (PT ) , não será hoje que vão mudar de idéia.

Os dois votos contra o PL 007 certamente serão de Anderson Prego e Eurico Dino. Se por acaso algum voto vier da turma aliada ao governo municipal esses não serão suficientes para mudar o parecer da maioria que já deve ter negociado seus votos em troca de asfalto, cargos, tapa buracos e outras vantagens que fazem parte do ideário eleitoreiro dessa gente.

Mesmo com a pressão que sofrerão com a presença de funcionários ligados aos sindicatos da classe em Colombo, não dá nem pra ter esperança. O que importa nessa hora é toma lá e dá cá. Beti Pavin já determinou a todos  que quem votar contra será excluído da lista de favores do gabinete.

É pra glorificar de pé, como se diz na igreja de Lunardon e Pastor Jercon . Dois votos mais que cabresteados por Beti. O resto vem aí natural, como se não houvesse amanhã. E lá se vão várias conquistas adquiridas ao longo de todos esses anos .

Deixe uma resposta