Ligados umbilicalmente pelo mesmo ideal em 2018 ,  a eleição do sucessor de Beto Richa , a quem servem na atualidade. O vice-prefeito Sérgio Pinheiro ( PP) e Hélder Lazarotto ( PR ) podem fazer uma dobradinha em 2020 .

Na atual conjuntura política colombense os dois estão em lado opostos. Hélder Lazarotto já vem se colocando como o nome mais viável da oposição para a suceder Beti Pavin. Já Sérgio Pinheiro também deseja ser o dono da cadeira , na atual gestão o vice-prefeito está sendo relegado a segundo plano por Beti Pavin , que costuma queimar seus parceiros de chapa como se não houvesse amanhã.

Só que Sérgio Pinheiro não é Ademir Goulart, suas ambições são bem conhecidas. Aliado de Cida Borgheti a vice-governadora , o pepista não terá espaço no grupo de Beti em 2020 . Os amigos mais próximos da prefeita preferem Waldirlei Bueno , o que seria uma forma de dar ao atual assessor de imprensa o prêmio pela fidelidade que mantém durante todos esses anos à Beti Pavin.

Não é sem razão que Hélder Lazarotto prefere ficar no fair-play político a entrar de vez no embate com a situação. Também tem a missão de apoiar Michele Caputo secretário de saúde do estado para uma possível candidatura a deputado estadual em 2018 , e de Luciano Ducci ( PSB ) para a Câmara Federal, além de Ratinho Junior que disputa com Cida Borgheti a indicação para ser o candidato do Palácio Iguacu ao trono de Richa.

Como em política tudo é possível e os interesses são os mais variados, essa é uma hipótese que não pode ser descartada

Deixe uma resposta