Se Beti Pavin quiser realmente resolver logo a questão da greve dos médicos, ou exonera o atual secretário de saúde Darci Braga, ou a tensão promete aumentar ainda mais . Ele já provou que está sem apoio da classe e até de gente próxima  à prefeita.

Sismucol e APMC sindicato se uniram contra o pacote de medidas incluídas nos projetos de lei 007 e 008 que vai para votação na próxima sessão da Câmara de Vereadores no dia 19 . O objetivo é um só : brigar para que os direitos adquiridos dos servidores sejam mantidos.

As propostas do executivo incluídas nos dois projetos deixam bem explícitos que o desejo da prefeita Beti Pavin é fazer alterações para no futuro terceirizar serviços públicos.

Beti Pavin está sendo contaminada pela política de Michel Temer e Beto Richa, ambos são a favor da deixar para os trabalhadores o ônus da crise .Quem será beneficiado com a política neoliberal são os empresários que sustentam esse modelo de gestão .

Beti Pavin sempre teve o apoio dos servidores públicos. Na última eleição por conta do arrocho salarial que promoveu levou um 7 a 1 nas urnas por parte da  classe dos servidores públicos que cansou de levar bola nas costas

Enquanto o circo pega fogo em Colombo, o ex-secretário de saúde de Hélder Lazarotto, vai se virando para não se comprometer demais com as causas da terra. Está mais preocupado em fazer seu nome entre os políticos para 2018.

Gil Gera, ex-vereador, está largando de vez barco de Beti Pavin e embarcou no de Hélder Lazarotto. A convite do diretor do Hemepar ocupa a chefia de gabinete do órgão.

Dr Antoninho ( PSDB ) preferiu fazer o discurso mais fácil na questão da greve dos médicos. Disse que o povo não pode mais pagar essa . Mas não ficou , nem do lado dos médicos , e nem da prefeitura . O muro foi a melhor saída .

O vereador poderia muito bem ter tomado uma posição. Mas dá última vez que fez isso foi enquadrado pela prefeita e calou -se

Deixe uma resposta