Aconteceu neste final de semana, a última partida da final do Campeonato da Taça Paraná Juvenil 2017, onde entraram em campo Colombo FC e Costeira FC.

Depois de ter perdido o primeiro jogo por 3×1, o Colombo precisava de uma vitória por dois gols de diferença para ser o campeão do certame 2017. Os meninos comandados por Michel Baldo Cecon, neto do ex-vereador Antônio Baldo, entraram em campo dispostos a reverter o placar desfavorável a eles, e parece que tudo ia dando certo, até os 10 minutos do primeiro tempo, o Colombo já anotava 2×0 no placar, e tinha um jogador a mais em campo, tendo em vista que a equipe do Costeira tinha um jogador expulso no início do jogo.

E esse placar se estendeu por quase todo o primeiro tempo, quando os meninos Colombo relaxaram, achando que o jogo estava ganho e permitiram ao Costeira marcar um belo gol de fora da área. No retorno para a segunda etapa, o Colombo foi pra cima do seu adversário, querendo marcar o terceiro gol, o que daria a eles a chance de levar a decisão para os pênaltis, mas quem foi mais eficiente foi o time do Costeira que acabou empatando a partida aos 30 minutos, resultado que persistiu até o apito final. Terminando assim a participação da equipe do Colombo com a segunda colocação, e sagrando-se bi-campeã a equipe do Costeira FC que já havia conquistado a taça em 2015.

O Colombo FC, montou sua equipe com jogadores de várias localidades do município, e passou alguns apertos para chegar até a decisão da competição. Esse resultado se deve ao empenho do técnico Michel, que mesmo diante das dificuldades de locomoção dos atletas, e sem ter recursos como as demais equipes tinham, levou a agremiação à decisão do campeonato, perdendo apenas por detalhes que deverão ser trabalhados, para que na próxima competição estejam todos comemorando o título máximo.

Isto mostra a superação de pessoas que acreditam no esporte, mesmo diante das dificuldades, não abaixam a cabeça, muito pelo contrário, lutam até o fim com o que tem em mãos, e num futuro próximo colhem os frutos que foram plantados. Assim começa qualquer carreira, aos trancos e barrancos, e aqueles que tem força de vontade vencem, pessoas veem e vão, oportunidades aparecem, mas só vence, quem acredita no que faz.

A equipe do Colombo jogou com: Gabriel, Mateus, Gustavo e Felipe, Ferraz, Wilian, Gabriel Lima e Patrick, Chapoka, Gigante e Morais, Técnico Michel Cecon

Marcelo Nunes Monteiro é Professor de Educação Fisica e Dirigente esportivo

Deixe uma resposta