Os médicos do Pronto Atendimento do Alto Maracanã , que neste momento estão decidindo em Assembléia Geral Extraordinária se deflagram a greve a partir do dia 16 de junho , foram tomados de surpresa na manhã desta terça-feira (6) com a decisão da Secretaria de Saúde do Municipio em realocá-los para as Unidades Básicas de Saúde , com a alegação de REORGANIZAÇÃO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE SAÚDE , que segundo consta no memorando expedido pela Secretaria de Saúde  visa melhorar o nivel de atendimento á ATENÇÃO PRIMÁRIA DA SAÚDE , que é realizado nas UBS.

Com a realocação de cerca de 35 profissionais para essas unidades o PRONTO ATENDIMENTO DO ALTO MARACANÃ contará com serviços de médicos que foram recém aprovados em Concurso. Dai vem o questionamento : Não seria mais importante colocar esses(as) médicos(as) nas UBS , onde o serviço é menos complexo , e deixar médicos experientes no PA DO ALTO MARACANÃ , que é o único que atende 24 horas e sempre têm uma demanda maior  , exigindo dos profissionais maior nivel experiência , uma vez que a maioria dos casos que são levados para lá são de pacientes em estado de maior complexidade? Ou seria uma forma de retaliação ao movimento que deseja apenas melhores condições de trabalho e uma remuneração justa? Talvez a Prefeitura esteja também querendo terceirizar os serviços do PA , como algumas prefeituras já fazem , e como a fizeram com o serviço de pericias médicas ?

Segundo um dos médicos , o PA precisa de gente com um conhecimento em  serviços de urgência e emergência , e a possivel terceirização é uma retrocesso , já que na gestão Camargo não deu certo .

A terceirização  na gestão anterior tinha em seu bojo denuncias de desvios e superfaturamentos de recursos , e a Lei só permite em casos extremos porque diversos casos no Brasil foram por esse caminho , é só dar Google e conferir.

Outro fator que merece destaque , é a conivência do Secretário de Saúde de Colombo , Dr Darci Braga  do coordenador do Pronto Atendimento , Juraci Pereira , que não ao vão de encontro aos companheiros classe médica .

 

Deixe uma resposta