Se a situação na Saúde de Colombo já estava complicada , a tendência a partir desta terça-feira (5) pode piorar . O Sindicato dos Médicos do Paraná convocou uma Assembléia Geral Extraordinária para essa terçã-feira (6) , na sede do Sindicato no Bairro do Bom Retiro , em Curitiba(Edital abaixo), para tratar da situação dos médicos de Colombo.

Na pauta da assembléia está colocado um indicativo de greve , e segundo a maioria dos médicos da rede pública de Colombo a possibilidade de greve é eminente.

Os dois grandes motivos para a deflagração da greve são: a baixa remuneração salarial , e falta de recursos de trabalho .

Os médicos bem que tentaram um acordo com a prefeitura , de janeiro até agora cerca 70 médicos pediram exoneração , o salário é um dos baixos do Paraná , os médicos contratados para fazer 12 horas estão sendo obrigados a cumprir uma carga horária de 20 horas , e recebendo menos .

A partir da deflagração da greve , que , se for aprovada terá inicio a partir do décimo dia da decisão da classe .  os profissionais vão atender apenas 30% dos atendimentos de urgência e emergência .

Hoje um médico recebe um pouco a mais do que o piso salarial , os médicos tinham uma promessa de um aumento que iria elevar a remuneração , mas não foi cumprindo pela Prefeitura.

Essa talvez seja a pior crise no setor de saúde de Colombo , na gestão de Jota Camargo o orçamento Saúde era de R$25,000,000 ao ano , hoje este orçamento passou para R$45,000,000 , mesmo assim a gestão atual não está conseguindo gerenciar o setor.

 

Deixe uma resposta