Enquanto a prefeita Beti Pavin não divulga o novo decreto com as novas medidas no tocante a contenção de despesas, a fila de espera na porta do gabinete da mandatária aumenta , e a expectativa daqueles que estão no aguardo das promessas da prefeita feitas em campanha também .

A razão da demora para a decisão de Beti Pavin , deve-se ao fato de casos especiais que precisam ser estudados um a um , conforme o combinado com seus assessores mais chegados e conselheiros. Beti não conseguirá emplacar todos na lista , e deverá não ceder aos pedidos de  muita gente que espera por uma nomeação ou mesmo uma condução a um cargo de relevância.

Segundo as fontes , também há vários pedidos de vereadores para que a prefeita encaixe no “trem da alegria” muitos amigos dos políticos eleitos .

Nessa toada quem vai se dando bem é o vice-prefeito Sérgio Pinheiro , que já encaixou a esposa no Provopar e a mãe na Ouvidoria Municipal. Além de uns amigos de campanha em outras funções.

Mas a grande muvuca vai se dar na ala do baixo clero dos apoiadores, alguns nem tão baixo , já que fizeram uma quantidade de votos significativos e estão gestionando uma nomeação de acordo com o seu capital eleitoral, e é aí que Beti Pavin não consegue desatar nó. Ela sabe que não pode perder essa gente que lhe será importante no futuro, do contrário a debandada para a oposição vai ser geral , e vão engordar ainda mais a massa dos descontentes com sua gestão. É matar ou morrer. E Beti Pavin não pode errar na tática ou será engolida .

Deixe uma resposta